Logo XUXA.com

Notícias

Busca


Data:


Notícias em Destaque

Categorias

18/06/2016

Projeto Saúde Móvel

Xuxa com voluntários da ONG Voluntários do Sertão
Blad Meneghel

Xuxa prestigiou, nesta sexta, 17,  o Projeto Saúde Móvel, realizado na Fundação Xuxa Meneghel com atendimentos oftalmológicos e odontológicos em unidades móveis para as famílias atendidas pela instituição, uma parceria entre a ONG Voluntários do Sertão e a Fundação Xuxa Meneghel.

 

O projeto é uma ação social voltada a crianças, adolescentes, jovens e adultos em situação de vulnerabilidade social com o objetivo de proporcionar serviços de saúde de qualidade, percorrendo o Brasil. Dessa vez, a oportunidade foi para a comunidade de Guaratiba, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

 

Entre os dias 13 e 17 foram oferecidos mais de 500 atendimentos odontológicos e 1000 oftalmológicos, além de consultas com clínico geral e pediatra e a realização de microcirurgias. Os atendimentos foram realizados em duas carretas equipadas com aparelhagem de última geração.

 

“Para nós foi uma grande honra esta parceria com a Fundação Xuxa Meneghel, uma organização não-governamental que tem prestado serviços relevantes na área social, sendo referência pela reconhecida capacidade transformadora de suas ações, promovendo e contribuindo para a efetivação das políticas sociais para o bem comum e a construção de um Brasil melhor para todos.”, afirma a equipe do Voluntários do Sertão, realizadores do Projeto Saúde Móvel.

 

Em 2015, o projeto promovido pela ONG Voluntários do Sertão contabilizou mais de 600 mil procedimentos, superando o número 50 mil pessoas, espalhados em 70 regiões pelo Brasil.

 

Sobre a Fundação Xuxa Meneghel


Inaugurada em 1989, a Fundação Xuxa Meneghel atua pela garantia e promoção dos direitos de crianças e adolescentes e suas atividades centrais são desenvolvidas em dois níveis: nacional e regional.

 

Nacionalmente, a instituição participa de campanhas, redes de mobilização social e replica metodologias por meio de publicações, vídeos, oficinas e encontros. Além disso, desenvolve um forte trabalho de incidência política para influenciar na formulação de políticas públicas que garantam à infância e à juventude seus direitos.

 

Em âmbito regional, a Fundação atende meninos e meninas em situação de vulnerabilidade social na comunidade de Guaratiba, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, região com dos menores IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do município e alta incidência de exploração sexual crianças e adolescentes. Lá realiza um trabalho integrado de educação, cidadania e participação infantojuvenil, com apoio às famílias, incentivo ao desenvolvimento comunitário, capacitação profissional e geração de trabalho e renda.

 

Sobre a ONG Voluntários do Sertão


Implantado em 2000 pelo empresário Doreedson Pereira, (Dorinho) o projeto iniciou distribuindo brinquedos e cestas básicas, em Condeúba e cidades vizinhas, no sertão da Bahia. Atualmente o programa realiza atendimento médico, odontológico, pequenas cirurgias, palestras, e distribui Kits de saúde e higiene pessoal.



Seu objetivo é promover assistência social, saúde, segurança alimentar, nutricional e promover o voluntariado com acompanhamento dos indicadores de transformação social. A ação é anual e a equipe de voluntários é composta por médicos de várias especialidades, dentistas, enfermeiros, psicólogos, pilotos, cozinheiros, motoristas, auxiliares administrativos e populares de boa vontade, liderados por especialistas das respectivas áreas.



A caravana é composta por caminhões, aviões, e vans que corta o país e realiza uma maratona de atendimento que dura uma semana e resulta na maior ação de saúde e cidadania do interior da Bahia.



Em catorze anos de atuação, a Organização Voluntários do Sertão mobilizou 3.550 profissionais da saúde que realizaram mais de 168.000 atendimentos médicos de várias especialidades, e nos setores de enfermagem, farmácia e odontologia, gratuitamente para a população em vulnerabilidade social do sertão baiano.

 

Galeria de Fotos | Fundação Xuxa Meneghel e ONG Voluntários do Sertão

13/11/2015

Jantar Ressoar Solidário

Xuxa no palco do evento da Ressoar
Blad Meneghel

O Instituto Ressoar e a Rede Record  realizaram, nesta quarta-feira, dia 11 de novembro, mais uma edição  do “Jantar Ressoar Solidário”, no espaço Espaço Immensità, em São Paulo.

 

Neste ano, foi homenageada a Fundação Xuxa Meneghel, que completou 26 anos e realiza um importante trabalho de educação, cidadania e participação infanto-juvenil com apoio às famílias, na comunidade de Pedra de Guaratiba, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Xuxa esteve presente e recebeu das mãos da artista plástica Bia Dória uma escultura pelo seu trabalho social.

 

A apresentação do evento contou com a solidariedade e o brilho de Sabrina Sato, Rodrigo Faro e do mestre de cerimônia Reinaldo Gottino, além da presença do elenco da Rede Record e de atores da novela Os Dez Mandamentos. Houve ainda um show da dupla Victor & Leo.

 

No encontro, foi realizado um leilão, cuja verba será revertida para os projetos do Ressoar.

 

O evento beneficente foi uma grande mobilização para dar continuidade e abrangência  aos projetos sociais do Instituto Ressoar, como o Projeto Nova Canaã, que beneficia mais de 600 crianças e suas famílias em Irecê (BA); e o Projeto Multimeios, que contribui com a formação e geração de renda de centenas de jovens em situação de vulnerabilidade em São Paulo.

 

Galeria de Fotos | Ressoar 2015

19/10/2015

Semana Estadual do Bebê

Desenho de um pai e uma mãe sorrindo com um bebê no colo
Divulgação
Atividades serão realizadas na Unidade Materno Infantil, onde ficam as mães privadas de liberdade com os seus bebês. Iniciativa da SEAP, apoiada pelo UNICEF e outros parceiros, promove oficinas e debates durante toda a semana na capital fluminense


A 1ª Semana Estadual do Bebê do Rio de Janeiro promove, entre os dias 19 e 25 de outubro, uma série de debates e oficinas sobre a situação das gestantes, mães e bebês no sistema prisional. As atividades serão realizadas na Unidade Materno Infantil (UMI), unidade prisional do Rio de Janeiro que recebe mulheres privadas de liberdade acompanhadas de seus bebês desde o nascimento até 1 ano. A abertura oficial do evento será realizada na quarta-feira, dia 21, às 13h, com um debate entre as mulheres, os parceiros da Semana do Bebê e as autoridades, para discutir os desafios desse cenário.

 

A 1ª Semana Estadual do Bebê é uma iniciativa do Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP). Conta com o apoio da Secretaria Estadual de Saúde, do RioSolidario, do Instituto Masan, da Fundação Xuxa Meneghel, da Rede Nacional Primeira Infância (RNPI) e sua secretaria executiva (Cecip), RGE e UNICEF. A Semana do Bebê é uma agenda proposta pelo UNICEF a Estados e municípios para que promovam uma grande mobilização em favor da primeira infância.

 

Entre as atividades planejadas com as mulheres, estão oficinas de criação de história, de confecção de sling e de direitos sexuais e reprodutivos. Ao longo da semana, também serão desenvolvidas atividades com os técnicos da SEAP, com foco nos direitos da infância e na humanização do atendimento. No domingo, 25, a Semana será encerrada com atividades para as famílias das mulheres.

“São bebês que têm os mesmos direitos das demais crianças. Por isso, precisamos garantir que as decisões, as estruturas e os serviços relacionados às mães privadas de liberdade considerem sempre o melhor interesse dessas crianças”, destaca Luciana Phebo, coordenadora do escritório do UNICEF no Rio de Janeiro.

 

Para o Secretário de Estado de Administração Penitenciária, Erir Ribeiro Costa Filho, “é importante a realização da Semana do Bebê da UMI para que as pessoas entendam e compreendam o isolamento das presas e o abandono que muitas vezes elas sofrem de seus familiares. Precisamos humanizar e aproximar essas famílias ainda mais”.

 

Desafios

Um dos temas que serão discutidos é a importância da celeridade dos processos relativos a essas mulheres e de que seja dada prioridade, quando possível, às medidas não privativas de liberdade. A Unidade Materno Infantil conta, em outubro, com 18 presas com seus bebês. De acordo com dados da própria Unidade, dessas, sete são sentenciadas e 11 provisórias, ou seja, aguardam julgamento. As gestantes permanecem na penitenciária Talavera Bruce e somam 28, sendo 25 provisórias (Dados da SEAP). O Código de Processo Penal prevê que a prisão preventiva pode ser substituída pela domiciliar quando o agente for “imprescindível aos cuidados especiais de pessoa menor de 6 anos de idade ou com deficiência” e “gestante a partir do sétimo mês de gravidez ou sendo esta de alto risco”.

 

Nos casos em que a prisão é necessária, a Semana do Bebê também procura mostrar a importância de uma atenção específica à maternidade e ao desenvolvimento do bebê. A lei determina atenção à saúde da gestante, com a realização de pré-natal, e condições adequadas para que as mães possam cuidar de seus filhos e amamentá-los pelo menos até o sexto mês de vida. A Unidade Materno Infantil é um exemplo de ambiente voltado a essa acolhida de mães e bebês. As gestantes do Talavera Bruce recebem acompanhamento pré-natal, mas ainda permanecem em celas comuns. Expandir o atendimento da UMI às gestantes também é uma das pautas da semana.

 

“Há um ano a Fundação Xuxa Meneghel replica o projeto Entrelaços na UMI. A experiência que visa os fortalecimentos do vínculo afetivo entre a mãe e seu bebê é uma de nossas principais iniciativas na prevenção de violências. E agora, com a Semana do Bebê temos a oportunidade de dar visibilidade e pautar o tema dos direitos maternos infantis das mulheres internas e de seus bebês.” diz Amanda Villela, psicóloga da Fundação Xuxa Meneghel.

 

Programação do evento

Dia

Horário e local

Programação

19/10 (Segunda-feira)

12h às 15h: UMI

Oficina do Instituto Fazendo História

20/10 (Terça-feira)

9h às 12h: UMI

Oficina sobre Direitos Sexuais e Reprodutivos

14h às 17h: Escola de Gestão Penitenciária

Oficina sobre Direitos da Infância e Atenção à Saúde: identificação de maus-tratos e violência.

21/10 (Quarta-feira)

13h às 16h: UMI

- Abertura oficial do evento.

- Bate-papo sobre o Desafio da Garantia dos Direitos das Gestantes, Mães e seus Bebês, com participação das mulheres, dos parceiros e de autoridades.

- Coquetel e exposição de trabalhos das mulheres.

22/10 (Quinta-feira)

12h às 15h: UMI

Oficina de Sling

14h às 17h: Escola de Gestão Penitenciária

Oficina sobre humanização do atendimento.

23/10 (Sexta-feira)

9h às 12h: UMI

14h às 16h: UMI

Oficina de Beleza

Desfile da Mamãe UMI

25/10 (Domingo)

9h às 13h: UMI

Manhã com as famílias – atividades lúdicas e recreativas.

Fonte: http://www.fundacaoxuxameneghel.org.br

19/10/2015

Feira Viva Melhor

Pessoas acompanham palestra no evento da feira Viva Melhor
Divulgação
Durante dois dias, a Fundação Xuxa Meneghel e a comunidade de Guaratiba puderam reviver a Feira Viva Melhor após 25 anos. O evento que reuniu um público diverso de quase 250 pessoas aconteceu entre os dias 13 e 14 de outubro e ofereceu diversas atividades para todos os presentes.


Em meio a oficinas temáticas e cine debate, rodas de conversa, exposições, troca solidária e muito mais, a feira teve resultados positivos na participação e no empenho dos participantes de cuidar do meio ambiente.  Temas sobre a Baía de Sepetiba, agricultura urbana, segurança e soberania alimentar, consumo consciente, captação de água da chuva e outros, promoveram encontros inspiradores.

 

Podemos citar as presenças do Agente Ambiental do INEA, Eduardo Negrão, dos Agricultores da Agrovargem, Jorge Cardia, Cristina Corrêa, Francisco e Angélica, do Pesquisador da Fiocruz Mata Atlântica, Robson Patrocínio, do Biólogo Mauro Pereira,  do participante da Juventude Agroecológica – Rede Carioca de Agricultura Urbana, Wenderson, dos pescadores Isac e Paulinho, dentre outros que fizeram a diferença nos momentos com suas experiências de atuação na área socioambiental.

 

A primeira Feira Viva Melhor aconteceu em 1991 e foi inspirada no potencial verde, ecológico e de riquezas naturais da região de Guaratiba. Naquela época, a Fundação já desenvolvia oficinas de educação ambiental, e o evento possibilitava visitas na horta, troca de mudas, exposições e diversas produções de brinquedos com reaproveitamento de materiais. Essa ação era integrada entre diferentes projetos da instituição, aberta à comunidade e em rede com as instituições de saúde, movimentos comunitários e grupos ambientais.

 

Reeditar o encontro tem como objetivo mostrar o quanto é preciso cuidar mais do lugar em que vivemos, do nosso corpo, despertando e partilhando curiosidades, conhecimentos e as descobertas sobre a região de Guaratiba com suas potências e ameaças. Isso tudo incluindo as relações humanas e também com a natureza, além de mostrar que o mais importante é o bem viver.

 

“Feira Viva Melhor: um evento que veio para ficar no calendário da Fundação Xuxa! Fiquei muito feliz e honrado em participar da organização e contribuir para que as atividades fossem diversificadas e com boas parcerias. Um destaque para a participação infantil, com crianças da Rede +Criança e do projeto Aculá como mediadores de bate papo sobre a APA das Brisas e das ações integradas na horta da instituição.”, disse Paulo Monteiro, Educador do projeto +Criança da Fundação Xuxa Meneghel.

 

Fonte: http://www.fundacaoxuxameneghel.org.br

14/10/2015

Dia das Crianças

Xuxa sorrindo com várias crianças da Fundação Xuxa Meneghel
Blad Meneghel

O Dia das Crianças, celebrado em 12 de Outubro, é uma data que não passa sem comemoração na Fundação Xuxa Meneghel. Isso acontece por dois motivos: é o dia de celebrar a alegria dos pequenos e pequenas e dar parabéns à instituição de Pedra de Guaratiba por tantos anos de dedicação à garantia de direitos infantojuvenis.

 

A Fundação Xuxa promoveu uma grande festa com animação, brincadeiras, diversão e encontros para relembrar a importância do brincar. Escorrega, futebol de sabão, discoteca, espaço para os bebês, lanches gostosos, parabéns com bolo e entrega de presentes foram alguns dos momentos que marcaram a celebração.

 

“Eu gostei muito da festa porque tem brinquedos, o lanche ‘ta’ gostoso e tem muita brincadeira legal. Eu me diverti muito!”, contou a animada Maria Alice, 6, integrante do Projeto Conectados com o Brincar, que não deixou de curtir a festa em nenhum instante.

 

Em toda a sua história, desde 1989, a Fundação Xuxa Meneghel teve um importante papel na vida de meninos e meninas por todo o Brasil por meio de campanhas, redes de mobilização social, projetos e um forte trabalho de incidência política para influenciar na formulação de políticas públicas que garantam à infância e à juventude seus direitos.

 

Com sede na Zona Oeste do Rio de Janeiro, a instituição realizou cerca de 200 mil atendimentos, desenvolvendo um trabalho integrado de cidadania e participação infantojuvenil, com apoio às famílias, incentivo ao desenvolvimento comunitário, capacitação profissional e geração de trabalho e renda. E por todas essas razões a Fundação teve muito o que comemorar no dia 12 de outubro.

 

Este ano a Fundação Xuxa tem um agradecimento especial ao Kiko Nunes e à KNEventos que foram responsáveis pela animação da festa e presentearam a instituição com sorrisos e gargalhadas espalhadas pelas crianças.

 

Fonte: http://www.fundacaoxuxameneghel.org.br/

 1 2 3 | próximo >  | última >>


© Xuxa Produções / Personagens Xuxinha e Guto: © José Isaac Huña e Ana Paula M. Desmet
Desenvolvido por Arte Digital Internet